TERCEIRA IDADE E A TECNOLOGIA

O avanço dos recursos tecnológicos no mundo contemporâneo não para. Residências, empresas, escolas, órgãos governamentais, toda a sociedade está irreversivelmente dependente desta tecnologia que contribui para execução de atividades no cotidiano. Computadores, notebooks, telefones celulares, smartphones, tablets, internet e outros recursos são responsáveis pela obtenção da informação e também auxiliam no canal de comunicação.

A população brasileira com mais de 50 anos está em constante crescimento. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve um crescimento populacional da faixa etária a partir dos 65 anos de idade ou mais. Diante deste crescimento da população idosa, é importante observar como está sendo a sua inserção e interação com as tecnologias. É importante que os idosos façam uso das tecnologias, para uma melhor interação com outras pessoas e que não se tornem excluidos da era digital.

Com uma expectativa de vida cada vez maior, o Brasil vê as gerações mais experientes despertando o interesse por tecnologia. Segundo estimativas do IBGE, nos próximos 20 anos a população acima de 60 anos vai mais do que triplicar passando dos atuais 22,9 milhões (11,34% da população) para 88,6 milhões (39,2%). No período, a expectativa média de vida do brasileiro deverá aumentar dos atuais 75 para 81 anos.

Anúncios